Vendas

Automação comercial: entenda o conceito e queime etapas já

João Paulo Beluca
479 2 minutos de leitura
automação comercial

Em um mercado cada vez mais competitivo, quase não há mais espaço para erros. Processos complexos e demorados, falhas humanas e o índice de retrabalho são fatores que podem tirar toda a competitividade da empresa e comprometer o sucesso dela. A melhor solução para superar estes e outros desafios é a automação comercial.

Com a evolução das tecnologias de internet, hardwares e softwares, podemos tornar o negócio mais otimizado, aproveitando melhor os recursos como tempo, mão de obra e materiais. Sem contar que a empresa pode desenvolver um diferencial competitivo forte com a tecnologia e inovação.

Quer uma solução para integrar os processos de vendas, relacionamento com o cliente (CRM) e gestão de projetos? Descubra o que a automação comercial pode fazer pelo seu negócio.

O que é automação comercial de fato?

A automação comercial envolve uma tecnologia que permite automatizar uma ou várias atividades por meio de um ou mais softwares específicos trabalhando de forma integrada. Não importa o departamento, a automação comercial pode ser aplicada a qualquer atividade, incluindo vendas, gerenciamento de projetos, operações, gestão de estoque, recursos humanos e tecnologia da informação.

Por exemplo: digamos que um vendedor abriu uma negociação com algum cliente no pipeline de vendas. O sistema vai alertá-lo sobre os produtos e serviços que o cliente mais compra, valores que paga, condições de pagamento preferidas e enviará notificações de alertas para o momento certo do fechamento da venda. Tudo automaticamente.

Ou seja, as informações ganham qualidade e precisão e o vendedor tem as informações certas na hora exata nas mãos. Dessa forma o potencial de vendas do vendedor é elevado a patamares mais satisfatórios.

Na automação comercial, os processos de negócios podem ser gerenciados coletivamente para melhorar o fluxo de trabalho geral da organização e alcançar maior eficiência, adaptando-se rapidamente as mudanças de cenário em que a empresa está inserida.

De modo geral, a automação comercial constrói uma estrutura, que otimiza os componentes operacionais fundamentais da organização, tais como processos, equipamentos, materiais e dados.

Por que a automação comercial é importante?

Consultores e gerentes de projetos lidam com um alto volume de informações e processos todos os dias, ficando difícil gerenciar tudo de forma manual. Além dos riscos de perdas de dados, eles podem não interpretar os dados corretamente e comprometer a tomada de decisões.

Anteriormente, as vantagens mais enxergadas pelos gestores era o fato de que a automação comercial contribuía para aumentar a produtividade (processos automatizados são executados 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias do ano) e reduzir os custos associados aos operadores humanos (salários e benefícios).

No entanto, hoje, o foco da automação comercial vai além e visa aumentar também a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, tornando os processos de trabalho de consultoria e gestão de projetos mais ágeis e certeiros.

Veja abaixo algumas vantagens que tornam a automatização de tarefas importante:

  • Redução dos custos operacionais;
  • Redução do índice de falhas humanas nos processos;
  • Aumento da produtividade;
  • Maior qualidade dos produtos acabados e serviços prestados;
  • Alta flexibilidade da gestão e operações;
  • Relatórios com informação mais precisas;
  • Alta segurança dos dados.

A automação comercial na prática

Deixar o operacional mais otimizado para poder focar nos projetos da empresa envolve a adoção de um sistema que tenha alta compatibilidade com o negócio. Ou seja, você precisa primeiro encontrar um fornecedor que ofereça um software para atender as necessidades operacionais e estratégicas do negócio de forma integrada.

Depois, você deve migrar as operações, bem como o seu banco de dados para ele. Claro, sempre trabalhando junto com os desenvolvedores do sistema para realizar uma migração tranquila e livre de riscos.

Solicite que gestores e colaboradores façam testes realizando simulações das tarefas para se adaptarem ao novo método de trabalho e encontrarem pontos a serem melhorados.

Agora, é só confiar na tecnologia e deixar parte do operacional agir no piloto automático, monitorando apenas os resultados e não os processos. Se perceber resultados abaixo do esperado verifique os processos. Se encontrar falhas, contate o suporte do fornecedor de automação comercial para corrigi-las o quanto antes.

E você, ainda não conta com a automação comercial? Entre em contato conosco agora mesmo e veja como podemos ajudar!

Relacionados