Gestão

CRM e ERP: entenda as principais diferenças entre softwares!

João Paulo Beluca
497 3 minutos de leitura
CRM e ERP

É comum ver empresas em dúvida no momento de optar entre adoção de um software CRM e ERP. Entender as diferenças entre os dois é fundamental para fazer a escolha adequada com as principais necessidades de sua empresa.

Entretanto, o que muitos profissionais também não sabem é que não é necessariamente preciso escolher ou uma ou outra opção, quando falamos sobre escolher entre CRM e ERP.

Os dois sistemas possuem propósitos diferentes, mas podem trabalhar muito bem quando integrados. Quer entender como funciona essa parceria? Confira, nos próximos tópicos, quais são as principais diferenças entre estes dois softwares.

O que é CRM?

A sigla CRM vem do termo em inglês Customer Relationship Management – Gestão do Relacionamento com o Cliente, em português.

Como o próprio termo adianta, os softwares do tipo CRM são aqueles voltados para o gerenciamento de todas as etapas do relacionamento com o cliente, ou seja, desde antes do fechamento da venda até o pós-venda.

Existem CRMs voltados para o pós-venda, outros especializados na gestão de leads e conversão de vendas, e mais uma série de nichos específicos. Ainda assim, a essência de todos eles é a mesma: proporcionar o suporte necessário para que todas as interações com seus clientes tornem-se dados estratégicos e úteis na construção do relacionamento.

Na prática, os CRMs são softwares mais utilizados por equipes comerciais/de marketing e por departamentos que mantêm relação direta com os clientes.

Por isso, funcionalidades que auxiliam nessa rotina são necessárias para garantir a qualidade desse tipo de ferramenta – histórico de leads/clientes, agendamento de compromissos e lembretes, agenda de contatos, histórico de propostas enviadas e mais uma série de features que sistematizam (no sentido positivo) as interações entre sua equipe e os clientes.

Quais são os benefícios que o CRM proporciona?

O CRM é um software voltado para a gestão do relacionamento com clientes. Portanto, a principal entrega de valor deste tipo de solução é justamente o poder de gerenciar, estrategicamente, as interações realizadas entre sua equipe e sua base de clientes.

Para que isso seja possível, outros benefícios como organização, centralização de informações e aumento da produtividade da equipe devem fazer parte da entrega de valor de um software CRM.

Para CRMs voltados à venda, outra questão muito importante é a garantia do cumprimento de todas as etapas de sua metodologia, além da possibilidade de enxergar a jornada de compra de seu cliente por meio do acompanhamento de seu funil de vendas. Conhecer as oportunidades por origem e quais são os concorrentes mais citados pelos leads também é um grande benefício estratégico.

O que é ERP?

A definição da sigla ERP provém do termo Enterprise Resource Planning, ou seja, trata-se de um software de gestão empresarial integrada.

Diferente do CRM que é voltado para uma área específica, o ERP possui estrutura modular, que corresponde aos diversos setores de uma empresa: financeiro, contábil, fiscal, compras, e assim por diante.

Dessa forma, o objetivo do ERP é controlar, de maneira integrada, todas as atividades administrativas de uma empresa, fazendo com que as informações circulem por todas as áreas envolvidas nas operações.

Por exemplo, quando o departamento de recursos humanos faz os cálculos da folha de pagamentos, o módulo financeiro recebe as informações de forma automática, seguindo o fluxo necessário para que a próxima etapa seja realizada.  

O ERP não tem foco em uma área específica da organização. Pelo contrário, o foco desse tipo de software é abranger todas as áreas da empresa, a fim de sistematizar os processos e garantir que tudo seja registrado.

Dessa forma, tendo dados de todos os setores em uma única plataforma integrada, é possível realizar análises estratégicas que servem como base para a tomada de decisão de níveis hierárquicos mais altos.  

Quais são os benefícios que o ERP proporciona?

Por ser um sistema que engloba todas as áreas de uma organização, o ERP proporciona maior organização no registro dos processos, centralização de todas as informações e, principalmente, maior segurança no controle de dados.

Quando um ERP é adotado, tudo o que era registrado em controles paralelos de cada área (como planilhas, por exemplo) passa a ser controlado dentro do sistema. A vantagem disso é que possíveis fraudes ou desvios nos processos ficam mais difíceis de acontecer, uma vez que todas as informações estarão acessíveis para todas as áreas.

Nesse quesito, outro benefício é o acesso à informação, que deixa de ser restrita a cada departamento.

Além disso, centralizando as informações sua empresa consegue consolidar dados de gestão, tornando a análise e tomada de decisão muito mais assertivas.

Como escolher entre CRM e ERP?

Como vimos até aqui, a escolha entre CRM e ERP depende do tipo de necessidade prioritária da empresa no momento. A adoção de um CRM não exclui um ERP e vice versa, já que ambos possuem focos distintos.

Enquanto o foco do ERP é diminuir os custos aumentando a eficiência de processos internos, o do CRM é aumentar a receita otimizando os processos comerciais envolvidos com a eficiência na conversão de vendas.

Na prática, o ERP atua nos processos que acontecem da porta pra dentro, enquanto o CRM se ocupa de otimizar a gestão dos relacionamentos porta afora de sua organização.

Por isso, pode até ser que sua empresa não tenha condições de adotar as duas ferramentas ao mesmo tempo, entretanto, ambas são essenciais na gestão do conhecimento organizacional, centralização das informações, aumento da produtividade e redução de custos.

Um ponto é que, levando em conta que o CRM pode contribuir para o aumento de receita, uma vez que otimiza seus processos de venda e a produtividade de seu time comercial, pode ser que a prioridade seja voltar seus esforços para isso.

Assim, com os processos comerciais consolidados e gerando bons resultados, sua empresa ganha mais fôlego para focar nas demais áreas, sem se preocupar com o fluxo de entrada de novos clientes.

Está em dúvida? Temos um presente para te ajudar! Você pode testar o Procedo gratuitamente por 15 dias e ver, na prática, quais são os benefícios de um software CRM. Clique no banner e confira:

teste-crm-procedo

Relacionados